>

 

 

 

Página Inícial Área reservada de utilizador Registo de proprietário Contactos Apoio ao utilizador GEOP Entidades do estado O que é?
 
Terras do estado disponiveis
Mais informação


Designação
:
Quinta do Pinhó - Parte Agrícola  Artigo matricial nº/secção: Campo da Porta: artigo matricial n.º 619; Campo Grande: artigos matriciais n.º 606 e n.º 621; Campo de Cima: artigo matricial n.º 1103; Moínho: artigo matricial urbano n.º 350.

Lugar:  

localização

Distrito: BRAGA Concelho: GUIMARAES  Freguesia: SAO TORCATO

Coordenadas X: 41.466721 Coordenadas Y: -8.260976

Detalhes do prédio

Propriedade: Estado Aptidão cultural:  Agrícola – Regadio

Área total do prédio (ha): 7.5000 Área do prédio a disponibilizar(ha):  7.5000

Descrição:  A parte agrícola da Quinta do Pinhó é constituída por 3 parcelas praticamente contíguas. Com uma área agrícola total de 7,50 ha, fazem parte da Quinta do Pinhó as parcelas: - Campo da Porta, com uma área de 2,07 ha (artigo matricial n.º 619); - Campo Grande, com uma área de 4,89 ha (artigos matriciais n.º 606 e n.º 621); - Campo de Cima, com uma área de 0,54 ha (artigo matricial n.º 1103). Tratam-se de parcelas com aptidão agrícola para culturas de regadio, sendo a água para rega proveniente de um poço existente no Campo da Porta e de uma linha de água permanente, onde funciona um regadio tradicional, que compreende uma represa (a necessitar de limpeza e, eventualmente de reabilitação), e no qual a Quinta do Pinhó é o principal beneficiário. Constituídas por solos de mediana a elevada fertilidade, as parcelas apresentam reduzido declive. Todas as parcelas são dotadas de bons acessos. Parte do Campo Grande, numa extensão de cerca de 2,0 ha encontra-se inserida em área de Reserva Ecológica Nacional. No Campo Grande existe um antigo moinho, com uma área de 16,0 m2 (artigo matricial urbano n.º 350), que se encontra degradado. Esta construção é parte integrante do contrato de cedência da Quinta do Pinhó, podendo ser recuperado, mas não demolido. As parcelas têm vindo a ser cultivadas, nos últimos anos, com culturas forrageiras anuais.

Utilização: As 3 parcelas - Campo da Porta, Campo Grande e Campo de Cima - foram cultivadas com forragens de Outono/Inverno em 2014/2015 e parte do Campo Grande foi cultivado com milho em 2015.

Restrições á utilização do prédio: Sim

Descrição das restrições : Parte do Campo Grande, numa extensão de cerca de 2,0 ha encontra-se inserida em área de Reserva Ecológica Nacional. O moinho, existente no Campo Grande, pode ser recuperado e restaurado, mas não pode ser demolido.

Proposta de cedência

Valor base de cedência: 4455.69  Prazo de cedência: 12

Forma de cedência: Arrendamento 

Outras informações

Procedimento de cedência a adotar : Concurso Público s/ Negociação

Condicionantes: Arrendamento em conjunto com a parte florestal da Quinta do Pinhó

 
Fotografias 
linha separadora
linha separadora

 

Mapa

            

     
MAMAOT
DGADR
WAI-A
 
Desenvolvido pela infomática da DGADR